BMW F 800 GS 2017 3


BMW F 800 GS 2017

A primeira coisa que se nota na nova GS 800 é o escapamento de aço escovado com a ponteira arredondada. Ficou com uma aparência mais leve e moderna. O painel com novo grafismo e cor, e laterais com acabamento cromado completam as principais alterações no visual.
Ao dar a partida se nota que ficou mais silenciosa, eu pessoalmente gostava do ronco esportivo do modelo anterior. Esta Big Trail é rápida e entre 4000rpm e 5500 rpm o motor vibra menos, sendo que a faixa de giro ideal é em torno de 5200rpm, aproximadamente 130Km/h.
A partir de 5500rpm a vibração aumenta consideravelmente.
Ela vem equipada com ESA, ASC, ABS e acelerador ride by wire sendo que agora temos o modo “Rain”,”Road” e “Enduro”, no modelo anterior somente “Road” e ” Enduro”. Se for instalado o plug-in ela passa a ter o Enduro Pro. Em cada um dos modos de condução o ASC e o ABS atuam com mais ou menos sensibilidade. É possível também alterar a válvula de retorno do amortecedor traseiro em três níveis, “Confort”, “Normal”, e “Sport”, e tudo isso com a motocicleta em movimento. Já a regulagem da pré carga da mola é feita manualmente e é preciso o uso de uma fermenta para facilitar a operação. As pedaleiras são para trilha, com ranhuras grandes para não escorregar, porém são envolvidas com uma borracha bem flexível que funciona da seguinte maneira: quando se pilota sentado os pés apoiam somente na borracha, quando se pilota em pé a borracha cede e os pés apoiam nas ranhuras. A suspensão dianteira não permite regulagem.
A motocicleta é agradável de se pilotar tanto na rua como na estrada e no fora de estrada, as suspensões absorvem bem as irregularidades do piso. No modo “Enduro” o ABS e o controle de estabilidade (ASC) atuam mais tarde de modo a permitir freadas fortes e derrapagens nas acelerações, existe a opção de desligar ambos.
A proteção de vento é inferior ao modelo Adventure mas só incomoda na auto estrada, é muito estável nas curvas e com os pneus apropriados mais para asfalto a estabilidade e a velocidade com que se consegue contornar curvas é muito boa, mesmo com roda de vinte e uma polegadas na dianteira. É preciso se adaptar a este tamanho de roda, a motocicleta tende a abrir a curva e a mudança de direção é menos ágil em compensação na terra é mais estável. As suspensões e a eletrônica fazem toda a diferença na terra, é fácil de pilotar e absorve bem o que estiver pela frente.
O tanque de 16itros é situado na parte traseira da motocicleta embaixo do banco e permite boa autonomia já que o consumo médio durante o teste foi de 17 Km/l. A motocicleta vem equipada com cavalete central, aquecedor de manoplas e protetor de mão, ou seja, completa, só não vem com o suporte de GPS como na sua irmã maior a GS 1200.
O painel fornece uma gama de informações além do padrão, tem por exemplo um cronômetro (útil para o Enduro) e mostra o consumo instantâneo, fundamental para obter a autonomia desejada no menor tempo possível. A partir do momento que o tanque entra na reserva aparece um hodômetro que mostra os quilômetros rodados.
Realmente é uma motocicleta que se adapta muito bem ao nosso chão, vai bem em todo tipo de terreno e com autonomia para percorrer grandes distancias com conforto.
É uma Big Trail, aro de vinte e uma polegadas na roda dianteira e com câmera, mas a escolha dos pneus é que vai determinar onde vai ser usada preferencialmente.
Preço sugerido: $45.900,00


Gostei(0) Não Gostei(0)

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 thoughts on “BMW F 800 GS 2017