Diminuindo a altura da motocicleta em relação ao solo 1


Diminuindo a altura da motocicleta em relação ao solo

As motocicletas cresceram nos últimos anos, não só em cilindrada mas também nas dimensões. Alguns modelos principalmente as big trail tem uma altura que só pessoas com mais de 1,70 m conseguem colocar os pés no chão. Por essa razão muitos compradores destas motos, usam de um artifício que é baixar a frente da motocicleta subindo as bengalas na mesa alguns centímetros. Temos visto muitas motocicletas com essa alteração, principalmente as BMW F 800 GS e a BMW S 1000 XR. O mesmo acontece com algumas Triumph, Yamaha e Honda.
Mas o que muita gente não sabe é que ao fazer isto está mudando a geometria da motocicleta e consequentemente a sua ciclística.
O angulo de Rake diminui, ou seja as bengalas ficam um pouco mais na vertical e consequentemente encurta a distância entre eixo e o centro de gravidade é deslocado um pouco a frente e abaixo.
O efeito disto na prática é que altera a dirigibilidade da motocicleta, ela muda mais rápido de direção, contorna melhor as curvas de baixa velocidade e piora a estabilidade em curvas de alta velocidade e nas retas.
Portanto é muito importante saber das consequências, não se pode ir baixando a frente vários centímetros sem sentir a reação da motocicleta. Existe um limite rebaixamento para cada motocicleta. Fizemos um teste com a BMW F 800 GS e com a BMW S 1000 XR, ambas cedidas pela revenda Caltabiano em São Paulo, a Caltabiano foi a revenda que mais vendeu motocicletas BMW no Brasil em 2016.
Vamos aos resultados:

BMW F 800 GS

A frente foi rebaixada em dois centímetros.
A moto ficou bem mais ágil nas curvas, é quase como se estivesse com roda dianteira de dezenove polegadas e não vinte e uma polegadas. Só que como ela está mais próxima do solo, andando forte as pedaleiras e o cavalete central raspavam no chão, mas nada que possa colocar o piloto em risco. Portanto ficou muito agradável de pilotar no asfalto. Agora no fora de estrada a coisa muda, ela fica mais difícil de pilotar, principalmente na areia justamente por causa do angulo de Rake mais fechado, e como está mais perto do solo, prejudica nas trilhas acidentadas, portanto se for andar no fora de estrada volte as bengalas nas posição original.

BMW S 1000 XR

A frente foi rebaixada em um centímetro.
Ela ficou um pouco mais ágil, muda de direção com maior facilidade, e continuou estável, um pouco arisca mas nada comprometedor. Andando devagar na rua a frente pesa um pouco na curva, querendo virar para a direção da curva.

É muito importante sentir os efeitos da mudança de geometria, existe um limite para estas mudanças, o leitor deve ter notado que a GS 800 foi rebaixada em dois centímetros e a XR em apenas um centímetro.
E é este o rebaixamento máximo que é aconselhável para ambas.
Rebaixar mais do que esta medida além de dificultar a pilotagem pode haver risco de perder o controle e causar um acidente, principalmente no caso da XR que é uma motocicleta muito potente e que já tem uma geometria próxima das esportivas.


Gostei(1) Não Gostei(0)

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

One thought on “Diminuindo a altura da motocicleta em relação ao solo

  • Jean

    Quando tive a GS800 rebaixei a frente e senti a moto mais ágil conforme comentado, além de ter me ajudado muito nas manobras quando a moto está parada e se quer empurra-lá para trás. Eu tenho 1,74m e ajudou bastante!