Moto GP – República Checa


Mundial de Moto GP
República Checa

A última corrida do mundial de Moto GP foi debaixo de chuva e muito emocionante.
Em primeiro lugar é fato que correr na chuva nivela por baixo o equipamento, portanto pilotos com motos privadas muitas vezes conseguem disputar de igual para igual com as motos de fábrica, e, as vezes andar na frente.
Mas nessa corrida em especial mostrou o altíssimo nível destes pilotos, eles conseguem tirar proveito de pequenas diferenças no acerto da moto.
O caso da escolha dos pneus mostrou bem a capacidade destes profissionais.
Rossi foi um dos que optou por usar composto duro atrás e macio na dianteira. Crutchlow e Baz largaram com os compostos duros na traseira e na dianteira. Daí foi o que se viu na corrida. Quem largou de composto macio atrás e na dianteira disparou no início e a medida que a pista foi secando as posições foram se alterando, Crutchlow (Honda privada) e Baz (mede 1,92 m, Ducati privada) chegaram em primeiro e quarto respectivamente, e Valentino Rossi num brilhante segundo lugar, já que não foi o único que largou com duro atrás e macio na frente, Lorenzo por exemplo largou com a mesma opção e ficou lá atrás. Aí valeu a suavidade da pilotagem e a capacidade de poupar os pneus. Parabéns Crutchlow.

IMG_0407


Gostei(1) Não Gostei(0)

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *