Pilotar vs Dirigir


Pilotar vs Dirigir

Algumas pessoas me perguntam se com a falta de alternativas para passeios curtos em São Paulo não é cansativo repetir várias vezes o mesmo percurso. Minha resposta é a seguinte. Se você sair para dirigir, sim, mas se sair para pilotar, não. Sair para pilotar não tem nada a ver com sair apostando corrida e desobedecendo as leis de trânsito. Lugar de acelerar é na pista. Pilotar na estrada ou na rua significa estar sempre praticando e testando algo novo, além do fato que cada dia é diferente do outro, o asfalto, o clima, você, a motocicleta, o estado e tipo de pneus, tudo muda, e assim por diante.
Na trilha, no Enduro ou no Motocross não existe dirigir, você está sempre pilotando, mas no asfalto existe o dirigir e tem muita gente que não entendeu o lado esportivo que é pilotar, e que o grande prazer da motocicleta é contornar curvas! Não é à toa que a maior área de contato do pneu é na lateral.
Praticar frenagem (matéria ” Frenagem I”), evitar andar no ponto cego de alguém ( matéria “Pilotando com Segurança (1)”), procurar melhorar a posição do corpo ( matéria “Posição do corpo nas curvas”), corrigir vícios, aperfeiçoar o U-Turn (matéria “Como fazer um retorno em U”), treinar o equilíbrio ( matéria”Equilibrio e Equilíbrio I”), procurar a melhor trajetória para cada curva, treinar o cérebro (matérias no ícone “Cérebro”), experimentar diversas regulagens nas suspensões, motocicletas com regulagem eletrônica simplificam muito e assim por diante.
Ao encarar o motociclismo como esporte e não como meio de locomoção, você só tem a ganhar tanto em segurança como em prazer.
Tenho um amigo que começou a andar de motocicleta aos 60anos de idade, se tornou um ótimo motociclista, praticou, fez curso no exterior e treinávamos juntos em Interlagos, ele costumava dizer ” só saio de moto para pilotar”.
Todos os esportes tem um comum, se não praticar enferruja!
Seja qual for o exemplo, pare de fazer um determinado esporte por 2 ou 3 meses e veja o que acontece na volta.


Gostei(1) Não Gostei(0)

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *