Octanagem e Potência 5


Gasolina III

Não confundir octanagem com potência

É comum as pessoas confundirem octanagem com potência. Ao contrário do que pessoas pensam, alta octanagem não significa mais potência, ao contrário, como tem aditivos antidetonantes, a gasolina com maior octanagem tem um pouco menos de potência.
Gasolina com mais potência são gasolinas desenvolvidas especialmente para determinado uso como os carro de formula 1 por exemplo.
Vamos explicar baseando-se na gasolina vendida nos postos dos Estados Unidos, país onde a gasolina respeita a regulamentação (EPA) Envoironmental Protection Agency, ou seja produzem gasolina focados na economia, menor poluição, e proteção dos motores, lá toda gasolina é aditivada, o que muda são os tipos de aditivos em função da octanagem.
Alta octanagem significa maior poder antidetonante, evita a pré- ignição (batida de pino) nos motores com altíssima taxa de compressão. Estes motores quando usado com gasolina de baixa octanagem, o combustível explode antes da faísca da vela, perdendo performance e prejudicando o motor, por isso a necessidade do uso de gasolinas especiais.
Os veículos modernos de alta performance tem uma eletrônica muito avançada e ao se usar gasolina com baixa octanagem a eletrônica acusa a pré- ignição e ajusta automaticamente o ponto de ignição e mistura, de modo que não vai bater pino mas vai perder performance, ou seja o que gera mais potência é o motor e não a gasolina.
Agora motor com baixa taxa de compressão não ocorre a pré ignição portanto é melhor usar a gasolina própria com menos octanagem (menor poder antidetonante).
Dei o exemplo americano porque aqui no Brasil infelizmente a gasolina é produzida em função das necessidades dos usineiros de açúcar e álcool, atualmente a gasolina comum e a aditivada tem por força de lei 27,5% de álcool (etanol anidro), e as especiais como a Podium, 25% de álcool (etanol anidro), totalmente fora dos padrões internacionais onde a gasolina é composta com menos de 10% de álcool. Isto gera aumento de consumo, perda de potência, e lógico os veículos importados só conseguem funcionar com este tipo de gasolina graças a eletrônica avançada que consegue alterar a regulagem mistura ar/combustível e ponto de ignição, instantaneamente.
Tive a oportunidade de comparar o consumo da BMW R1200GS no Brasil e na Espanha (ver matéria viagem pelos Pirineus), no meu ritmo, aqui o consumo variou entre 16 e 18km/l e lá variou entre 21 e 23km/l, diferença muito significativa.


Gostei(1) Não Gostei(0)

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 thoughts on “Octanagem e Potência